Carregando...

Marketing Emocional

Gostamos de pensar que tomamos decisões por questões racionais, cálculo de custo e benefício, mas a verdade é que a todo momento, tomamos decisões através de nossas emoções.
Promover conteúdo que acolhem, ensinam, entretém e inspiram o consumidor gera respostas afetivas, isso promove muitos benefícios entre a relação empresa e público.


• 8,4 vezes mais chances de confiar na empresa
• 7,1 vezes mais propensos a comprar novamente
• 6,6 vezes mais propensos a perdoar o erro de uma empresa


Em resumo, o conteúdo que provoca emoções pode gerar um alto retorno sobre o investimento, por isso o Marketing emocional é uma ótima ferramenta para se utilizar na sua empresa.

Para isso, é fundamental mapear quais são os sentimentos que sua marca desperta e quais fazem seus consumidores comprarem.
Os sentimentos bons estão ligados a como o cliente se sente em relação a sua empresa, sentimentos nostálgicos, alegres, apaixonados o fazem lembrar o quão feliz ele é com sua marca, porém, alguns sentimentos que impactam na decisão de compra, e esses sentimentos estão ligados a como ele se sente em relação a comprar ou não o produto.

Altruísmo. Pensamos que, “se eu tomar uma decisão agora, vou ajudar os outros”.

Ambição. Pensamos que, “se eu decidir agora, vou ser recompensado”.
Receio. Pensamos que, “se não comprar, eu estou frito”.
Orgulho. Pensamos que, “se eu conseguir isso, vou parecer inteligente”.
Vergonha. Pensamos que, “se eu não conseguir decidir agora, vou parecer estúpido”.
Cobiça. Pensamos que, “se eu não ter isso, minha concorrência vai sair na frente”.

Quando você sabe por qual motivo o cliente finaliza a jornada de compra, você consegue entender qual sentimento despertou nele e como chegar nele novamente.




Tags :